Unico SENHOR E SALVADOR

Unico SENHOR E SALVADOR

sábado, 18 de março de 2017

Espiritismo kardecista uma desvirtuação do Cristianismo. Por Carlos Michalski


Por Carlos Michalski

A doutrina espírita é a que mais prejudica e impede o relacionamento com Deus, é a que mais inviabiliza a Salvação na Obra Redentora de Jesus.

A grande preocupação de falar sobre, de exibir a fraternidade e a caridade, a grande preocupação em parecer fraterna e receptiva, ocorre em detrimento do Vetor Vertical anulado pela codificação criada por Allan Kardec.

"Tu, porém, quando deres uma esmola ou ajuda, não deixes tua mão esquerda saber o que faz a direita."  Mateus 6:3

O Vetor da Salvação

Exímia em estreitar os laços fraternais, omite propositalmente as exigências de Deus para a
Salvação.

É evidente que necessitam ocultar:

-A Redenção:

Efésios 1:7,8
"Nele, temos a redenção, o perdão dos nossos pecados pelo seu sangue, segundo as riquezas da graça de Deus, e que Ele fez derramar sobre nós com toda a sabedoria e entendimento."

-A Justificação:

Romanos 5:18
"Portanto, assim como uma só transgressão determinou na condenação de todos os seres humanos, assim igualmente um só ato de justiça resultou na justificação que traz vida a todos os homens."

-E a Reconciliação: 

2º Coríntios 5:18,19
"Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por intermédio de Cristo e nos outorgou o ministério da reconciliação. Pois Deus estava em Cristo reconciliando consigo mesmo o mundo, não levando em conta as transgressões dos seres humanos, e nos encarregou da mensagem da reconciliação." 

Para exibir as obras humanas e os ensinos morais como elementos salvíticos!

Tal artifício engendrado pelo codificador engana os incautos mas não aos Cristãos habituados a uma visão contextual, holística da Missão e Obra do Filho de Deus. Jesus veio Salvar e Aperfeiçoar o homem pecador pelo Resgate estabelecido antes da Fundação do Mundo:

Efésios 1:4 
Porquanto, Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença.

1 Pedro 1:19,20:
 Mas fostes resgatados pelo precioso sangue de Cristo, como de Cordeiro sem mácula ou defeito algum, conhecido, de fato, antes da criação do mundo, porém revelado nestes últimos tempos em vosso favor.

E estabelecido não por homem, mas pela Soberana e Eterna Vontade de Um Poder Único e Verdadeiro, no Pai, no Filho e no Espírito Santo.

Qual homem, doutrina ou filosofia ousa suplantar os Planos de Deus, alegando maior sabedoria ou razão que o próprio Deus e Seu Filho?

A resposta é documentada, histórica e indefensável pela própria prática doutrinária espírita, mormente a kardecista e de domínio público.

O que a liderança kardecista não divulga aos seguidores da doutrina espírita, apesar do nome, não tem origem espiritual mas Filosófica.

O codificador, Allan Kardec, dizem, um pedagogo, tradutor e poliglota, ao ler as Escrituras Sagradas, realmente entendeu o que leu?
Sim,entendeu e muito bem! Constatou uma Obra de Redenção por Ato Soberano de Espíritos Divinais, não outros espíritos.

Ao ler e muito bem entender A Obra de Redenção em Cristo, maravilhou-se ou constrangeu-se?

Em verdade constrangeu-se e decepcionou-se com a Subordinação do homem Á Vontade e Intervenção Soberana de Espíritos Celestiais.Verdade de Deus, sim, mas um obstáculo ao movimento filosófico reformista antropofílico europeu!

A Europa e mais especificamente a França, estava estupefata com as descobertas e com a ousadia da Liberdade de Pensamento. A volúpia Reformista, o Cientifismo, o Racionalismo e a influência filosófica dos séculos XVII, século das Confluências Filosóficas, levou homens a movimentos inovadores e, por que não inovar Deus?


O codificador sabia do momento propício que se apresentou a sua frente, da oportunidade ímpar de inocular uma forte dose de Humanismo no Clericalismo Apostólico Romano, dogmático e realmente opressor.

Como fazer contra a imponente ICAR senão ferindo suas bases doutrinárias? Sim, oportuno e conveniente!

Começou pelo descrédito às Escrituras Sagradas, Á Pessoa Única e Soberana do Espírito Santo e Á Constrangedora Obra de Entrega na Cruz, destituindo Jesus da Condição Soberana (kuriov) e delegando um restrito caráter Magistral (Didaskalov) ao Filho de Deus!

Mas era necessário dar um elã espiritual a fenômenos especulativos,ao Magnetismo e por que não atribuir a espíritos toda essa engenhoca reformista?

Acontece que as Trevas são trevas, porém não são tolas, prestimosamente colaboram com as intenções do reformador francês em dar um caráter espiritual a filosofia da época e as especulações sobre magnetismo.

Retira-se Jesus como Soberano e Senhor e entra Jesus como o Moço de Bons Recados, mas que não ouse ultrapassar o que Lhe impusemos!

Mestre e sempre Mestre, para que o homem rebelde e desobediente maravilhasse o mundo com o brilhantismo de Seus ensinos,jamais com A Magnífica Obra Redentora de Entrega,Glória de Deus, mas vanglória de homens.

Há no meio espírita quem critique o codificador, pois ousou mesclar objetivos científicos e filosóficos com a espiritualidade, assim trazendo confusão e posturas anti salvíticas e anti redentoristas a muitos, a muitos que jamais entenderão seus reais objetivos, objetivos não cristãos!

200 anos de uma astuta cilada do diabo

A doutrina espirita codificada, que tem menos de 2 séculos, ousa contestar os Princípios da Revelação de Deus que têm mais de 2000 anos, foi aquela que se voltou contra a Esta; a rebelde contra A Revelada.

Assim o raciocínio muda completamente, pois a codificação foi e continua um brado de rebeldia contra os Princípios estipulados nas Escrituras.

Quando combatida a santimônia kardecista se diz atacada, na verdade o ataque original parte da que se Rebela e tenta desmentir A Primeira e Milenar.

Não é tão fácil empanar fatos históricos e assim a verdade está documentada e demonstra a rebeldia e a desobediência da codificada, que não é vítima mas algoz!

Citar textos bíblicos não caracteriza uma doutrina como bíblica, ainda mais quando se esmera em citar selecionadas passagens que falam de amor fraternal, caridade e méritos humanos.

Quando uma doutrina é Bíblica, essencialmente cita:

- A incapacidade do homem em salvar-se por mérito pessoal (Marcos 10:26,27);
- Fala do Sacrifício Único e Perfeito do Cordeiro de Deus (Hebreus 9:28);
- De Um Sangue Remidor mais valioso que Ouro ou Prata (1 Pedro 1:18,19)
- Não foge das Epístolas e das Cartas;
- Não tenta se abrigar na sinopse dos Evangelhos;
- Não lança descrédito a Profetas e Apóstolos.



Se uma doutrina articula contra as Revelações de Deus, define-se desmentindo João 3:16:

 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”

Deus deseja ser aceito em Seu Filho Crucificado e Ressurreto, ou mesmo ser rejeitado claramente quando Seu Filho afirma:

“Quem é injusto, seja injusto ainda; e quem é sujo, seja sujo ainda; e quem é justo, seja justificado ainda; e quem é santo, seja santificado ainda.( Apocalipse 22:11) 

Assim Deus deseja que todos tenham a oportunidade de Salvar-se e Santificar-se, no entanto Deus não se constrange com os injustos, com os rebeldes e com os imundos de espírito, corrompidos por jactância espiritual negando e renegando o Sacrifício do Filho de Deus.

Salvação pela Graça



Efésios 2:
"8 Porquanto, pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; 9 não vem por intermédio das obras, a fim de que ninguém venha a se orgulhar por esse motivo. 
10 Pois somos criação de Deus, realizada em Cristo Jesus para vivermos em boas obras, as quais Deus preparou no passado para que nós as praticássemos hoje."

Basta falar na Obra Redentora para que muitos fiquem confusos e enrolados com a Simplicidade e a Singeleza da Salvação.

A Obra de Redenção propiciada por Deus em Cristo é simples sim, embora em nada seja vulgar nem desprovida de Magnífico mérito Divino.

Certamente duas coisas jamais ocorreram na vida de um espírita:

- O verdadeiro arrependimento pela condição pecaminosa e soberba de cada homem secular;
- O entender a Grandeza do Amor oferecido por Cristo na Cruz.

Quando um kardecista ouve falar de amor ao próximo, virtudes humanas e boas obras para salvação, certamente foi enganado por alguém que propositalmente trocou as bolas e inverteu valores.

Quem falou a uma pessoa da doutrina espírita pela primeira vez, não foi alguém interessado na sua salvação, mas alguém ávido por trazer mais um sectário para a doutrina espírita.

Saibam que nenhum espírita está interessado na Obra Redentora ofertada por Cristo, mas nas mirabolantes engenhocas pseudo salvíticas engendradas por mestres e eruditos.

O grande pecado que um dia cometeram contra quem deu ouvidos a kardecistas, foi dizer que o Amor de Deus está subordinado ao amor fraternal e ao virtuosismo humano.

O Amor de Deus nos constrange e a Obra Redentora de Deus em Seu Filho sempre constrangeu, sempre aborreceu os Reformistas Iluministas que só buscavam a vanglória de homens.

Saibam que quem experimenta uma verdadeira Conversão, um “repent” ou Metanoia pelo Espirito de Deus em seu espírito, passa a entender a Amplitude e o caráter Magnífico de tal Amor.

Um dos grandes problemas da doutrina espírita é presumir que a doutrina codificada é rica em méritos e que o Cristianismo é a Doutrina do 'basta crer' e pobre em obras e qualidades morais e espirituais. Tal Engodo é engendrado por homens mentirosos e espíritos enganadores.

Quem busca A Verdade só a encontra nas Escrituras Sagradas, onde A Obra Magna não é do homem mas de Cristo e as tão buscadas obras humanas são aperfeiçoadoras do caráter do Salvo, não para a salvação!

Quando aprendem o inverso da Verdade,  se fazem vítimas de mentirosos e especuladores, homens presumidamente cheios da tal espiritualidade mas desprovidos de Vida Espiritual e responsabilidade perante Deus.

Desafio qualquer seguidor do espiritismo a provar o contrário na Palavras de Jesus.

Ele é Quem entende de Salvação, Aquele que hoje é Espírito Puro e Soberano,o Autor e Consumador da Redenção e da fé do Crente.


Autor Carlos Michalski

Leitura Relacionada:

-Seitas e Heresias: O engano do Espiritismo

-Seitas e Heresias: Origem do Espiritismo

-Heresias do espiritismo: "JESUS não é DEUS". - Essa foi demais!! Refutação Bíblica e debate com espirita.

-Uma abominação chamada Espiritismo: "Não é Deus que nos salva, e menos ainda o sangue de Jesus"

-O que o espiritismo tem a ver com o cristianismo?

-Novamente o espiritismo "fazendo das dele:" A salvação é para todos! Onde?

-Heresias do espiritismo: "JESUS não é DEUS". - Essa foi demais!! Refutação Bíblica e debate com espirita.

-Uma abominação chamada Espiritismo: "Não é Deus que nos salva, e menos ainda o sangue de Jesus"

-Heresias do Espiritismo: "Jesus é um homem divinizado, e não um deus humanizado". Refutação Bíblica!

-Vídeo - Testemunho Antonio Bezerra De Menezes ex espirita kardecista.

-Vídeo - A Codificação espírita, por Carlos Michalski. Evangelismo Cristão

-Novamente o espiritismo "fazendo das dele:" A salvação é para todos! Onde?

-Espiritismo e as Vidas Passadas = erro mortal!

-Espiritismo um dos maiores esquemas illumimati!

-Espiritismo Kids: Turma da Mônica e Kardecismo Infantil

-Vídeo - O que acha do espiritismo?

-Seitas e heresias: O Espiritismo e a Feiticeira de En-Dor

-Erros doutrinários do Espiritismo.

-O que o espiritismo tem a ver com o cristianismo?

-Sobre a doutrina Espírita!

3 comentários:

  1. Não vou fazer um blogueiro feliz, porque discrimina o que não sabe. Os evangélicos tem mais admiração a Moisés do que ao próprio Cristo, desconhecem a doutrina espírita, não aceitam Maria como Mãe de Deus, e se os evangelhos diz que ela é mãe de Jesus, e Jesus como dizem é Deus na pessoa da trindade, como pode ela não ser mãe de Deus? Ademais, como disse Jesus, aquele que faz a vontade do pai, é pai, mãe, irmão, etc.. Defendam suas doutrinas, sem atacar as outras, tirem primeiro a trave de vossos olhos, para depois tirar a trave do seu irmão, aquele que julga, certamente será julgado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com base em que vc afirma que os evangélicos tem mais admiração por Moisés do que Cristo?

      Maria é mãe de Jesus, mas, na bíblia não fala nada que a ela deve ser venerada, caso vc saiba de alguma passagem que de a ela esse privilégio, nos fale!

      Excluir
    2. eutu você é louco, esse é o seu problema?

      Excluir

Faça um blogueiro feliz, comente!!
Porém...
Todo comentário que possuir qualquer tipo de ofensa, ataque pessoal e palavrão, será excluído sem aviso prévio!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...